Pessach

Pessach, ou Páscoa, é uma festa judaica muito importante e representa uma das três festas de peregrinação, juntamente com Sucót (Festa dos Tabernáculos) e Shavuót (Pentecostes). Nestas três festas toda a população judaica faz uma peregrinação para o Templo Sagrado em Jerusalém.
A festa começa no 15o dia do mês hebraico de Nissan (geralmente abril), dura sete dias e comemora o êxodo do Egito. De acordo com a Torá (Livro Sagrado), os israelitas viveram no Egito, e foram escravizados pelos egípcios. Moisés se tornou o líder dos israelitas e pediu ao faraó que deixasse o seu povo ir. Quando o faraó recusou, Moisés liderou uma campanha que culminou na saída apressada do Egito.

Pessach é também chamado de festa da liberdade, e é este aspecto da festa que é enfatizado nos rituais e nas orações: o êxodo da escravidão à liberdade simboliza a redenção física e espiritual, e o desejo humano de ser livre.

Na véspera da festa, chamada de Noite do seder, a família se reuni para a refeição festiva, a cerimônia da festa. É também um importante preceito judaico convidar pessoas que não têm família com quem celebrar a festa.

Outro nome de Pessach é Festa dos Pães Ázimos. A história do êxodo do Egito relata que os israelitas deixaram o Egito com pressa, e a massa que prepararam não teve tempo de fermentar, então eles assaram a matzá, o pão ázimo. Um dos preceitos importantes desta festa é abster-se de comer levedura - qualquer alimento preparado com farinha e que fermentou, ou alimentos que contenham farinha. No lugar de pão, os judeus comem matzá.

Outro nome de Pessach é a festa da primavera, marcando a época do ano na qual Pessach é celebrado.

O primeiro e o último dia da festa são dias sagrados de descanso, nos quais todo trabalho produtivo é proibido. Os dias intermediários são chamados Chol ha-Mo'ed (dias intermediários, no qual a proibição quanto ao trabalho é menos rígorosa).

 

PRÁTICAS DA FESTA

Proibição de ingerir levedura - Durante a páscoa é proibido ingerir levedura - chametz – em lembrança a matzá que os israelitas comeram na sua jornada apressada na saída do Egito. A proibição inclui todos os tipos de pão e alimentos feitos de massa de farinha assada, e também todos os tipos de massa.

Comer matzá - Matzá é o pão ázimo. Além da refeição cerimonial do Seder, comer matzá não é obrigatório, mas para a maior parte das famílias judaicas está é a alternativa aceitável para o pão durante a festa.

Biur chametz - a exterminação da levedura - Nas semanas antes de Pessach os judeus costumam limpar cuidadosamente ---- suas casas, para eliminar todos os traços de chametz. Depois do anoitecer, na tarde antes de começar Pessach, os judeus praticantes buscam em todos os cantos da casa, com luz de vela, para terem certeza de que não há migalhas em lugar algum. O Estado de Israel, no papel do representante do povo judeu, geralmente vende todo o chametz de Israel para um não judeu, a um preço simbólico (e compra novamente imediatamente depois da festa).

O Seder - Esta é uma refeição cerimonial comprida, na primeira noite da páscoa judaica. A família se junta em torno da mesa para o Seder - a leitura da Hagadá e a refeição da festa. A Hagadá contém passagens relevantes da Bíblia, da Mishna (a compilação das tradições orais na lei religiosa judaica), comentários e canções. A Hagadá é lida para passar a diante a tradição de Pessach, de uma geração à próxima. Os rituais durante o Seder são simbólicos, como comer matzá e ervas amargas, beber quatro taças de vinho, cantar juntos e, é claro, a grande refeição.

Afikoman - Para encorajar as crianças a ficarem acordadas durante o Seder costuma-se esconder um pedaço especial de matzá, chamado Afikoman, em algum lugar da casa, e as crianças devem encontrá-lo. Quem encontrar geralmente ganha um prêmio.

 

 

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Quase todo o comércio israelense está fechado no primeiro e no último dia de Pessach. Nos dias intermediários (Chol ha-Mo'ed) muitos escritórios e negócios só abrem pela manhã, e muitas famílias israelenses saem de férias ou fazem passeios fora da cidade.

A maior parte dos restaurantes israelenses observa as leis de comida casher em Pessach, e muitos lugares oferecem alternativas chasher para Pessach, ao invés dos alimentos comuns. Nos últimos anos, especialmente na área de Tel Aviv, Pessach tem sido observado de forma menos rigorosa nos restaurantes, e é possível encontrar lugares que servem pão, bolo e massas. Atenção: cerveja não é casher para Pessach.