A trilha de Jesus – Seguindo os passos de Jesus

 

Uma trilha sinalizada de 65 km, de Nazaré a Cafernaum

Jesus passou a maior parte da sua vida e ministrou na região da Galileia, andando entre as cidades e as aldeias pitorescas mencionadas nos evangelhos.

Seguindo os passos de Jesus é possível encontrar um mosaico de paisagens e culturas (árabes cristãos, árabes muçulmanos, drusos e judeus), todos vivendo juntos num autêntico paraíso étnico na Galileia.

Desfrute de uma longa e aventureira caminhada com 3-4 dias de duração na rude e linda paisagem da Galileia. Uma experienciar na Terra Santa que lhe deixará, por muito tempo, com memórias abençoadas.

Que os seus sapatos sejam o seu transporte, e que a bíblia o seu guia...

Em antecipação à visita do papa Bento XVI em Israel em maio, o Ministério do Turismo começou a colocar sinalização pelos 65 km da “Trilha de Jesus". Esta rota mágica desenvolve-se desde Nazaré, através de Séfores, Caná, o penhasco de Arbel, Tabgha, Cafernaum, e o Monte das Bem-Aventuranças, Tiberíades, o Mar da Galileia e o Rio Jordão.

 

 

A Trilha de Jesus oferece aos turistas cristãos e aos peregrinos a oportunidade pisar na mesma terra que Jesus e seus discípulos andaram, respirar a beleza natural e espiritual onde tudo aconteceu e conectar-se espiritualmente a calma e a serenidade da paisagem da Galileia.

Sem correr de um lugar para o outro, ou ser carregado em ônibus, você pode caminhar sem pressa pela Trilha de Jesus durante três ou quatro dias. Você tem uma variedade encantadora de opções de hospedagem – desde hotéis a acampamentos, e há muitos lugares onde comprar água e comida para o caminho. Há ônibus públicos disponíveis na maior parte dos pontos de início e dos pontos finais.

Entre os muitos destaques que existem ao largo da trilha é possível:

  • Explorar os mercados e as vielas de Nazaré, o lugar da infância de Jesus. 
  • Rezar na Basílica da Anunciação, e descobrir como a Igreja Sinagoga recebe o seu nome. 
  • Vivenciar Caná, onde houve a festa de casamento onde Jesus fez o seu primeiro milagre, tornando a água em vinho. 
  • Visitar Tabgha, com a sua vista impressionante do Mar da Galileia, o sítio tradicional do milagre da multiplicação dos pães e dos peixes. 
  • Sentir a calma de Cafernaum, o lugar que serviu de base para Jesus durante o seu ministério na Galileia. 
  • Subir o Monte das Bem-Aventuranças, onde Jesus deu o seu Sermão da Montanha. 
  • Banhar-se no Recanto Batismal Yardenit, no Rio Jordão, onde João Batista batizou Jesus. 
  • E há muito mais para ver no caminho... mosaicos bizantinos, uma batalha das Cruzadas, habitantes do século I, jardins tranqüilos, uma fortaleza muçulmana do século XIII, fontes naturais de água quente...

 

 



Dependendo da época do ano também é possível ver anêmonas em um vermelho vibrante e margaridas amarelas – “lírios” (Lucas, 12:27), aveia selvagem, espinhos e um campo lindamente cultivado, lembrando a “Parábola do Semeador” (Mateus, 13:3-9), e desfrutar da vista de Séfores, a “cidade construída sobre a montanha” (Mateus, 5:14).

Passeios livres

Caminhadas diárias que saem de segunda a terça às 08:00 da Basílica da Anunciação. A caminhada inclui uma visita ao Parque Nacional de Séfores, com as suas ruinas romanas, fortalezas da época das cruzadas e mosaicos bizantinos, Caná, a Sinagoga de Arbel do século IV, o local do Sermão da Montanha e Cafernau, a antiga vila pescadora que uma vez foi o centro da vida e do ministério de Jesus.

Fonte – Go Israel

Clique aqui para um tour virtual